Quinta-feira, 08 de fevereiro de 2018 15:58

JFAL lança vídeo institucional sobre o papel e a estrutura da Justiça Federal

A Justiça Federal em Alagoas (JFAL), por meio da Supervisão de Comunicação Social, lançou, no último mês de janeiro, um vídeo institucional, produzido no final de 2017, que tem como objetivo aproximar cada vez mais a Justiça Federal da sociedade. A produção de 11 minutos apresenta o funcionamento da JFAL e de seus Juizados Especiais Federais (JEFs), suas estruturas e competências, e, principalmente, a importância dessas unidades jurisdicionais no contexto social. 

O vídeo traz dados importantes sobre a distribuição das varas federais, das subseções judiciais e dos Juizados Especiais Federais (JEFs) em Alagoas.

Segundo o Diretor do Foro, juiz federal Raimundo Alves de Campos Júnior, a produção contribui para que o jurisdicionado e a sociedade em geral compreendam melhor como a Justiça Federal em Alagoas está organizada, como funciona, qual o seu papel no contexto social, qual a sua missão e quais são os valores da instituição. 

“O vídeo institucional é uma ferramenta que, ao ser utilizada na internet, por exemplo, atuará 24 horas por dia, apresentando a instituição - e os seus principais serviços - através de uma maneira didática e envolvente, com linguagem simples e com argumentos capazes de manter a atenção e facilitar a compreensão de todos”, destaca Raimundo Campos.

No trabalho, o Diretor do Foro, Raimundo Campos, e o juiz federal titular da 9ª Vara, Antônio José de Carvalho Araújo, trazem informações e dados importantes, onde destacam: 1) o alto índice de produtividade da JFAL - tanto por magistrado quanto por servidor no 1º grau de jurisdição, fato que coloca a JFAL em destaque pelo maior índice de atendimento à demanda e, consequentemente, menor taxa de congestionamento no 1º grau, conforme dados constantes no Relatório Justiça em Números 2017 do CNJ);  2) a redução do tempo de tramitação dos processos nos JEFs - enquanto em 2016 o tempo médio de tramitação de um processo nos JEFs era de 81 dias, em 2017 esse tempo diminuiu para 71 dias, pouco mais de dois meses, mesmo com o aumento do número de processos ajuizados, e com a necessidade de perícias e audiências de instrução ou conciliação, fato que culminou com o recebimento do Prêmio Destaques 2017 de Juizado mais produtivo do Brasil na Justiça Federal); e 3) a credibilidade da instituição, que conquistou o reconhecimento da sociedade pela imparcialidade, celeridade e transparência com que presta os serviços jurisdicionais.

O vídeo é didático e bem atrativo por trazer imagens, sons, ilustrações e depoimentos de partes. A versatilidade de seu uso é um forte aliado, pois pode ser hospedado em websites, disponibilizado no Youtube, apresentado em eventos, congressos, reuniões, entrevistas e treinamentos ou compartilhado por e-mail ou através de redes sociais para apresentação institucional.